X
+55 (11) 5667-8600 / 5660-8538 atendimento@cursoingles2anos.com.br

Latest News

Como absorver o conteúdo de forma definitiva

O aprendizado de inglês é interessante e desafiador. Aprender outro idioma é uma atividade estimulante, uma vez que apresenta um verdadeiro universo de palavras, sons, conceitos, culturas, ambientes e hábitos de pessoas que, ao redor do mundo, utilizam maneiras diferentes de viver e realizar seus trabalhos e estudos.

Saber inglês é como abrir uma porta de infinitas oportunidades, cujo caminho é surpreendente e possibilita amplo crescimento pessoal e profissional. Mas se o inglês é tão atraente e importante, considerado um diferencial e altamente necessário no mundo globalizado, por que os brasileiros ainda enfrentam dificuldades e barreiras que parecem impossíveis de serem ultrapassadas quando estão aprendendo inglês?

A forma tradicional de aprendizado de inglês não respeita a tendência natural de contato com outro idioma e, por isso, não funciona. Reflita um pouco: um norte-americano quando nasce aprende inglês inicialmente através da fala, não é mesmo? Se, quando iniciamos nosso aprendizado de inglês somos considerados praticamente recém-inseridos em uma nova proposta, por que fazer diferente?

É falando, repetindo, errando e acertando, perdendo o medo e conhecendo as palavras que o idioma vai sendo internalizado, criando raízes em nosso cérebro. O conteúdo gramatical é importante e indispensável, mas vem após essa etapa de internalização do idioma, nunca antes ou durante o aprendizado.

Internalizar um conhecimento é o mesmo que entender e aplicar o inglês de forma rápida e instantânea, uma vez que o conhecimento está vivo e na superfície da memória. A Internalização é resultado da repetição até a fixação das palavras, frases, situações e momentos em que o inglês será indispensável na sua vida.

A Internalização é uma maneira de ensino capaz de fazer com que o inglês esteja sempre na ponta da língua e que o raciocínio e o pensamento sejam feitos, com frequência e facilidade, no idioma estrangeiro.

 

Conhecimento na Superfície da Memória

Compare nosso cérebro a um computador, que foi feito para armazenar dados e processar informações. Tome o inglês como um novo programa operacional, que vai gerenciar todas as atividades deste computador.

Até aqui, tudo bem! Se realmente fôssemos computadores, poderíamos armazenar as informações na memória e utilizá-las quando fosse necessário! Mas somos seres humanos e nossa memória é seletiva, diferente de uma máquina que armazena tudo através de comandos e ordens.

Temos uma capacidade incalculável para guardar informações e, para fazer a seleção entre o importante e o descartável, o cérebro precisa da repetição. Só repetindo, refazendo, reutilizando e recuperando o vocabulário, as frases, as regras e outras informações em inglês é que o nosso cérebro vai entender e identificar que o novo idioma é importante, que ele não pode ser esquecido e que precisa ficar na superfície da memória.

A Internalização é o processo de aprendizado que torna este conceito uma realidade e garante o aproveitamento máximo dos conteúdos durante o aprendizado de inglês. Entre em contato com a Excellent Global e saiba mais!

Tags:

Deixar um comentário